Europa

Nossas dicas sobre Roma na Itália

Roma, a mãe da cultura ocidental

Dicas sobre Roma na Itália: antes de viajar leia e pesquise sobre Roma. É, portanto, interessante estudar a história de Roma para começar a entender a nós mesmos, frutos de uma cultura herdeira da romana. Roma é, dessa forma a mãe da cultura ocidental em que fomos criados.
Mais exatamente, nossa cultura nasceu na Grécia, mas foram, porém, os romanos que adotaram seus valores e os transmitiram ao mundo ocidental.

Afinal, quando mesmo Roma foi fundada?

Não se sabe exatamente e, talvez, nem exista unanimidade sobre essa data. Supõem-se, entretanto, que Roma teria sido fundada lá pelo ano de 753 antes de Cristo. Sobre quem a fundou, porém, estamos entrando no domínio da lenda. Foi Rômulo, bebê abandonado junto com o irmão, Remo (que depois ele matou), amamentado por uma loba?
Enfim, o que sei é que, quanto mais sabemos sobre o país que vamos visitar, mais a viagem se torna mais interessante. Ainda mais no caso de Roma. Dessa forma, pesquisar e ler sobre a cidade lhe permitirá igualmente escolher as atrações que deseja conhecer, organizar sua viagem e aproveitar ao máximo.

Dicas sobre Roma: a imperdível Área Arqueológica

Quando eu morava na França, sempre que podia viajava por outros países europeus. A Itália era, assim, um de meus destinos favoritos. Roma é o tipo de cidade onde eu tenho sempre prazer em voltar. Afinal, a Itália não é apenas um país para se visitar, mas principalmente para se freqüentar…

Dicas sobre Roma na Itália: Hotel

Há hotéis, pensões, BB espalhados por toda a cidade. Não é, entretanto, muito prático ficar em lugares afastados do centro histórico ou da área arqueológica. Afinal, hospedando-se em regiões centrais, você pode visitar a pé a maioria das atrações de Roma. Talvez pague um pouco mais caro pela diária em seu hotel. Não terá, porém, gastos com transportes. Fora o tempo perdido dentro de túneis de metrô!

Dicas sobre Roma: alugar uma bicicleta pode ser uma boa

A área próxima a Roma-Termini (a estação ferroviária)

Uma localização interessante pode ser nos quarteirões próximos à estação. Essa área abriga principalmente pensões, guest houses e hotéis econômicos.
Assim, já estive hospedado ali várias vezes. Quarto ok, com banheiro igualmente ok, mas em lugares sem porteiro uniformizado na porta e outras frescuras. Veja no mapa do Google a via Gioberti. Assim, nas travessas laterais há vários hotéis econômicos, a esquerda, descendo a rua e, à direita, nas travessas entre a Via Gioberti e a Via Cavour.

Localização tranquila

O ambiente é igualmente tranquilo. Ainda mais, há por perto vários comércios que vendem frios, queijos, pão, vinho. A região é prática, e ainda mais, para quem está viajando de trem pela Itália. Por último, você hospedando-se próximo da estação vai a pé para o hotel que reservou (claro, chegue a Roma com hotel reservado!), e nem gasta dinheiro com táxi.
Um detalhe, porém: evite, a rua exatamente ao lado da estação, povoada por uma fauna estranha.

Dicas sobre Roma: consiga um mapa da cidade. Na foto, o Centro histórico de Roma

Dicas sobre Roma : consiga um mapa

Dali é possível igualmente ir a pé a muitos pontos turísticos. Assim também, você estará perto da Stazione Termini, onde funciona um posto de informação turística, super útil (Informazioni Turistiche – Ufficio Comunale di Roma Termini). Aproveite e peça um mapa. É fundamental. Da mesma forma, tenha consigo um cartão com endereço de hotel e peça para marcarem no mapa onde fica o estabelecimento. Um cartão com nome endereço do hotel é útil igualmente se você precisar pedir uma informação na rua.

Hotel em Roma no centro histórico

Uma região charmosa, mais chique, e igualmente mais cara, é a que fica em volta da Piazza Navona, Fontana de Trevi e na zona comercial de grifes elegantes de alta costura. Às vezes, na baixa temporada, pesquisando nos sites de turismo e hotelaria bem você encontra ofertas com um super desconto nessa região. Assim, consegui uma vez um quarto com banheiro num hotelzinho bem do lado da Fontana de Trevi por um preço macio. Era novembro, baixa temporada no turismo europeu, ou seja, a tal lei da oferta e da procura.
A região pode ser especialmente atrativa para quem quer fazer umas comprinhas em Roma. Afinal, está cheia de lojas de roupas, calçados, perfumes, maquiagem.

Dicas sobre Roma: hotel em frente à área arqueológica. Da janela você vê, meio do alto, as ruínas da Roma dos césares

Dicas sobre Roma: Hotel junto à área arqueológica de Roma

Uma região privilegiada é a que fica em volta da Área Arqueológica. É próxima do centro histórico e das principais atrações, inclusive, perto do Coliseu e do próprio sítio arqueológico. Os hotéis por ali, porém, não são muito baratos. Depende de sorte, de saber pesquisar, da época do ano que você estará por lá.

Dicas sobre Roma : a época ideal para visitar a Cidade Eterna

Quer aproveitar bem sua viagem à Roma? Comece viajando na época certa. Assim, no verão em Roma o calor é insuportável, passa dos trinta graus fácil. Ficar caminhando sob o sol o dia todo, tomar metrô com todo mundo suado, não é muito agradável. E, ainda mais, está tudo lotado porque é alta estação, época de férias escolares no hemisfério norte.
Sabendo disso, procuramos, portanto, sempre ir a Roma na primavera ou no outono, a chamada baixa temporada. As temperaturas são agradáveis, há menos turistas, você consegue bons descontos em hotéis e paga muito menos por sua passagem aérea. Já estivemos em Roma igualmente no inverno. Frio, claro, administrável, entretanto, se você não é friorento. Administrável, porém, não significa super agradável. Muitas atrações são ao ar livre. No inverno, ainda mais, os dias são curtos.

Estátua de César, junto da área arqueológica

Organize um roteiro-cronograma

Seu roteiro deve ser coerente com o tempo que você dispõe para sua visita a Roma. Se tem apenas uns três dias, restrinja-se ao principal, o que você faz absoluta questão de conhecer. Mesmo assim, vai ser correria! Roma pede pelo menos uma semana ou dez dias. E, mesmo assim, você não conseguirá ver tudo. Por isso mesmo pesquise sobre cada atração, veja fotos, selecione o que deseja conhecer.

O que ver/ conhecer?

Dicas sobre Roma: o Monumento a Vittorio Emanuele

Dicas sobre Roma: o Phanthéon

O Pantheon (“todos os deuses”) de Roma tem um especial interesse por ser um dos raros monumentos do período romano que chegou até nós praticamente intacto. É possível que sua preservação se deva ao fato de ser sido transformado em igreja no século VII.
Acredita-se que sua construção date de 27 a.C. Posteriormente, uns cem anos mais tarde, no reinado do imperador Adriano, foi reformado e restaurado.

Essa tecnologia de construção de abóbadas se perdeu com o fim do império romano. Durante a Idade Média, portanto, ninguém sabia erguer nada tão sofisticado.

Phanteon, em Roma

Dicas sobre Roma: o Castel Sant’ Angelo

O castelo, às margens do Tibre, começou a ser construído no longíquo ano de 135 pelo imperador Adriano. Destinava-se, assim, a servir de mausoléu para si mesmo e para seus sucessores.
Posteriormente, já em 271, durante o reinado de Aureliano, o mausoléu passou por reformas, sendo transformado em fortaleza. O castelo, não longe do Vaticano foi portanto um dos fortins utilizados dos pelos papas para sua proteção em caso de necessidade, mas servia igualmente de prisão para seus desafetos.
Hoje o Castel Sant’ Angelo foi transformado em museu. De seu terraço superior, pode-se apreciar uma vista panorâmica do rio Tibre e mesmo da Basílica de San Pedro, no Vaticano.

Castel Sant’Angelo, em Roma

Dicas sobre Roma: a Fontana de Trevi

A fontana de Trevi é uma das famosas fontes do mundo. Inaugurada em 1735, é toda decorada por estátuas inspiradas na mitologia grega.
Na Fontana de Trevi foi filmada a cena do clássico La Dolce Vita, em que Anita Ekberg entra vestida na fonte e Marcelo Mastroianni a segue de terno e gravata.
Durante todo dia e, mesmo à noite, há sempre turistas jogando moedinhas de costas para a Fonte. Uma moeda jogada ali o trará de volta a Roma um dia. Duas, você pode realizar um pedido. Quase todo mundo o faz, mesmo por brincadeira. Mas, quem sabe? No creo en brujas, pero que las hay, las hay

Dicas sobre Roma: Fontana de Trevi, é imperdível

As praças que você não pode perder

Dicas sobre Roma: Piazza Navona

A Piazza Navona, decorada com fontes e estátuas, é uma das cerejas do bolo do turismo em Roma e um dos endereços nobres de Roma. Morar por ali é, portanto, caro, trata-se de uma das áreas nobres de Roma. Repare nos luxuosos apartamentos com terraços em frente à praça.
No belo palácio Pamphili construído na metade do século XVII funciona, na mesma praça Navona, a Embaixada do Brasil.

Dicas sobre Roma: coloque a Piazza Navona no seu roteiro

Dicas sobre Roma: a Piazza de Spagna

A elegante praça, decorada com uma bela fonte, foi inaugurada por Bento XIII, em 1725. Adotou esse nome em razão do Palazzo de Spagna ali construído. Repare nas magníficas escadarias financiada pelos franceses que dão acesso à praça e a igreja de Trinità del Monte.

Dicas sobre Roma: Piazza di Spagna, imperdível


É curioso ver tanta gente, romanos, mas igualmente turistas, sentados nos degraus nas escadarias que dão acesso a praça.
Ao que parece esse costume existe há séculos. Assim, sem razão alguma aparente, todos sentam ali para conversar ou comer um pedaço de pizza. Foi onde nós igualmente, do “Sonhos de Viagem”, nos sentamos para comer nosso panini.

Dicas sobre Roma: panini bem saboroso, vendido em toda parte

Piazza del Popolo

Essa praça do início do século XIX, possui em seu centro um enorme obelisco que o imperador Augusto trouxe de sua viagem ao Egito. Imaginem naquela época a dificuldade! Afinal, o obelisco em questão pesa várias toneladas. A Piazza del Popolo possui umas pontas, decorada por esculturas, uma escadaria que leva a um agradável jardim sombreado, o Pincio.

Piazza del Popolo, em Roma

Dicas sobre Roma: a Villa e a Galleria Borghese

A Galleria Borghese, no meio do jardim de mesmo nome, é um dos mais importantes museus de arte da Europa, com um espetacular acervo de pinturas e esculturas.Imperdíveis para quem gosta de arte. A Villa Borghese, e seus jardins são igualmente uma atração. Por si só já valem a visita.

Rio Tibre em Roma

Dicas sobre Roma: o Trastevere, o rio Tibre e a Isla Tibertina

Roma, como sabemos, é cortada pelo Rio Tibre, ou, “Tevere” em italiano. Assim, a palavra Trastevere designa o outro lado do rio.
Há algumas décadas era um bairro ocupada pelo operariado e a baixa classe média romana. Atualmente, porém, o bairro, com seu labirinto de ruelas, adotado pelos boêmios e repleto de restaurantes e barzinhos, está na moda. A noite a Piazza Santa Maria e arredores é um dos points animados da cidade.
Há um local onde o Tibre se divide em dois braços, formando a Isola Tiberina. As pontes ligando a ilha às duas margens datam do século I d.C. A área em torno do Rio Tibre é bem ágradável para se passear. No outono, por exemplo, o arvoredo às margens do rio assume belos tons avermelhados.

Dicas sobre Roma: dedique pelo menos uma tarte para passear à beira do Tibre. No outono é ainda mais lindo

Dicas sobre Roma: o Vaticano

O Vaticano tornou-se um estado independente desde 1929, após a assinatura do Tratado de Latrão entre o papado e Mussolini.

Hoje, o Vaticano virou uma atração turística. O turismo religioso tornou-se importante na Itália. Muita gente, porém, prefere um turismo cultural. Afinal, no Vaticano fica a linda Piazza San Pietro, famosos museus e a Catedral onde está a escultura Pietà, de Michelangelo.

Dicas sobre Roma: o Vaticano, um Estado incrustado

Enfim, Roma tem infinitas atrações, entre elas importantes museus como o Museo Capitolino, a Galleria Nazionale d’Arte Antica instalado no palácio Barberini.
Afastada do centro, fica a Via Appica Antiga, a primeira estrada toda de pedra, construída pelos romanos.

E a área arqueológica, o Coliseu, as Termas de Caracala?

Não esqueci. É que o turismo arqueológico reúne tantas atrações, que mereceu uma postagem exclusiva sobre o tema:

Turismo e arqueologia

Assuntos Relacionados:

Posts Relacionados

De Paris a Katmandu de carro – “A Vaca na Estrada” – Viagem de trem na Índia

Sonhos de Viagem

Conheça Cartagena das Índias, na Colômbia

Sonhos de Viagem

Conheça Lima a capital do Peru

Sonhos de Viagem
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x