Ásia

Santuário dos Tigres em Chiang Mai na Tailândia

O santuário, antes de mais nada, é a atração que mais impressiona os turistas. Enfim, muita gente visita o Santuário em Chiang Mai apenas para olhar, porém não se atreve a entrar na área fechada com os animais.
Nós, entretanto, mesmo com medo, estávamos resolvidos a participar dessa aventura. Assim, respiramos fundo e entramos. Afinal, não dava para perder a experiência única de tocar e agradar um animal que apavora as pessoas.

Benvindos! turistas Legal, que o nosso almoço chegou! O Santuário dos Tigres de Chiang Mai

Os animais são dopados no Santuário dos Tigres de Chiang Mai?

Lemos num desses site pseudo “politicamente correto” que esses animais eram drogados para não atacar ninguém no Santuário dos Tigres em Chiang Mai. Logo, resolvemos checar. Se fosse verdade cancelaríamos o programa. Assim, pesquisamos bastante sobre o assunto e descobrimos um monte de contradições.

O Santuário dos Tigres: esses felinos adoram água

Por outro lado, não somos ingênuos. É claro ! Esses bichos tornaram-se a atração do turismo de Chiang Mai. Imagino, igualmente, que centros como esse faturam alto em cima dos turistas. Em primeiro saiba : sai caro visitar esses lugares. Enfim, o que nos interessava era saber se os animais sofrem maltratos. 

O fato é que, no Santuário dos Tigres de Chiang Mai vimos os animais soltos em grande espaços com tanques com água, já que os tigres adoram nadar. Ou seja, todos com boa saúde, brincando entre si, entrando na água. Outros tigres dormiam. Afinal, felinos dormem 17 horas por dia, por isso havia tantos dormindo. Tenho gatos e sei disso. Igualmente, juro que não dou lexotan para eles, meus felinos são sérios e não fumam nada diferente.

O Santuário dos Tigres de Chiang Mai. Quem tem coragem ?

O tigre, que estava de costas para nós, virou a cabeça nos encarou desinteressado. Fomos, assim, ganhando confiança e nos tornamos mais atrevidos, chegando a seguir na sua cauda. Nem assim nos tomou a sério. Deve estar acostumados com turistas os mais malucos…

A origem do Santuário

Bravos monges
Monges foram recolhendo um grande número de filhotes cujas mães foram mortas por caçadores. Igualmente mortas, como na África, onde caçadores covardes matam leões e girafas e tiram fotos junto dos animais abatidos, fazendo cara de heróis. Esse sim, um turismo criminoso. Massacre de animais.
Lamentável
Assim como no Brasil, onde o governo Bolsonaro liberou a caça e ainda autorizou a queimada de florestas matando no fogaréu um número enorme de animais ou matando-os de fome devido à destruição de seu meio ambiente.

O Santuário dos Tigres Monge com um tigre

Monges salvam filhotes

Retomando o papo: alguns tigrinhos estavam sem comer e doentes. Então, surgiram os monges para salvarem os animaizinhos.
Porém, esses felinos se reproduzem e o número foi aumentando. Primeiramente era preciso alimentá-los e isso sai caro. Assim, surgiram centros como o que visitamos. Logo, é do bolso do turista, que sai o dinheiro para a comida e cuidados veterinários dos animais.

Por que os felinos no santuário de Chiang Mai são mansos?

Por que são mansos? Afinal, por que são como gatos. Já tocou um gato de rua, selvagem? Em primeiro, não se deixam tocar. Em segundo lugar, se você o fizer será unhado.

O Santuário dos Tigres: Felinos super mansos

Carinho é essencial para seduzir felinos

Antes de mais nada, felinos têm que ser tratados com carinho se quiser conquista-los. Assim também, nossos gatos dormem junto de nossos pés em nossa cama. Vamos ver TV, logo se aboletam em nosso colo, sem maior cerimônia. Do mesmo modo, esses tigres também são tratados com carinho desde bebês, sobem, quando novinhos, no colo dos tratadores, são mansos, são acostumados aos seres humanos.

Cuidados a serem observados ao entrar no recinto dos felinos

E, antes de mais nada, é bom saber que aqui, o turista só pode se aproximar deles por trás. E não podem tocar sua cabeça, seu focinho. Mesmo assim, tratadores ficam junto com turistas (dois ou três apenas). Assim também não se pode correr por ali, nem falar alto. Resumindo, quando visitamos o lugar, tiramos uma meia dúzia de fotos, ficamos uns dez minutos com o animal e só.

O Santuário dos Tigres: Monge brincando com tigre

Em Chiang Mai, centros como esse Santuário , mantém os animais alimentados e bem cuidados

Essa atração não? Turismo sexual sim?

Os tratadores nesse lugar, são gente simples. Afinal, nesses empregos pelo menos ganham o suficiente para poderem alimentar seus filhos. Frequentemente, os que criticam o turismo na Tailândia ao verem um turista tirando uma foto junto de um tigre, não falam de garotas de 11 ou 12 anos levadas para o litoral, em Pataya, para serem prostituídas por turistas europeus, e poderem assim levar um dinheiro para suas famílias pobres (o grosso do faturamento fica com cafetões).

Assuntos Relacionados:

Posts Relacionados

Mercado Flutuante de Bangkok na Tailândia

Sonhos de Viagem

Nossas dicas sobre Roma na Itália

Sonhos de Viagem

Viajar pela Tailândia

Sonhos de Viagem
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x