Europa

Turismo em Portugal: Algarve

Pretendíamos em nossa viagem de 30 dias por Portugal correr o país de norte a sul. Dessa forma, quando descemos em Lisboa, já tínhamos automóvel reservado. Deixamos, assim, a capital portuguesa, para o final da viagem e, de cara, embicamos rumo ao Algave, no extremo sul de Portugal.

A História do Algarve

O Algarve, nome de origem árabe  (Al Gharb), assim como as demais cidades mouras, é uma região habitada desde remotas eras por tribos bárbaras. O Algarve foi entreposto fenício e cartaginês e, posteriormente, conquistado pelos romanos e, após a decadência do império, pelos visigodos.

Turismo em Portugal: Algarve

Mais tarde, por volta do século VIII, o Algarve foi conquistado pelos árabes, que ali se estabeleceram durante 5 séculos, apoiados pela comunidade judaica. Assim, os longos anos de ocupação moura, influenciaram muito a arquitetura da região. Aliás, mesmo os famosos azulejos portugueses, fazem igualmente parte da herança cultural árabe, visíveis na arquitetura da região (chaminés trabalhadas e azulejos, por exemplo). A ocupação islâmica durou até 1249, quando os cristãos sob comando de D. Afonso III conquistaram o Algarve.

Turismo em Portugal: Algarve

O período árabe no Algarve

Diga-se de passagem, os árabes foram muito mais tolerantes com outras crenças. Aceitaram bem os judeus, seus aliados e, ainda mais, permitiram que os cristãos (chamados de moçárabes), mesmo que mediante o pagamento de um imposto, praticassem seus cultos. Durante o cristianismo, entretanto, todo aquele que não seguia a fé imposta pela Igreja corria o risco de ser queimado vivo. Ou seja, foi após a tomada do Algarve pelos cristãos, que muçulmanos e judeus passaram a ser perseguidos, principalmente depois que a Igreja instalou a Inquisição em Portugal.

Algarve, região de características própria

Dessa forma, o Algarve, tão influencido por diferentes culturas, é, portanto, ainda hoje, uma região de características próprias, visível na culinária, na arquitetura, e até mesmo no tipo físico de muitos algárvios. O engraçado, porém, é que “algarvio” significa “do Algarve”.

Turismo em Portugal: Algarve

Em sentido figurado, porém, a palavra pode, igualmente, ser “traduzida” como “tagarela”… Portanto, fique sabendo que, se você parar em qualquer lugar para beber uma taça de vinho, é possível que role um papo bastante animado com o cliente logo ao seu lado.

Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é portugal-algarve-DUPLA_01.jpg
Turismo em Portugal: Algarve, as mais belas praias portuguesas

As vantagens do Algarve no turismo lusitano

Se o inverno em Portugal já é suave (pelo menos em termos europeus), no Algarve as temperaturas são ainda mais amenas. Ou seja, o contrário do que acontece com os países mais ao norte da Europa. Dessa forma, por essas e outras, o Algarve é igualmente uma das regiões do mundo onde a maioira dos europeus escolhe para passar sua aposentadoria.

Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é algarve-verde.jpg
Turismo em Portugal: Praia no Algarve

Assim, a costa do Algarve, repleta de pequenas praias de areias douradas entre baías escondidas e água azuis muito transparentes, é uma paisagem marcada por grandes salinas. Em suma, agrada em cheio os visitantes.
Além de seu clima suave, o Algarve é uma das regiões mais bonitas de Portugal, segura, com povo simpático e uma saborosa gastronomia baseada em peixes e frutos do mar.

Turismo em Portugal: Faro, Algarve

Algarve, a queridinha dos europeus

Ou seja, o Algarve é, portanto, a região de Portugal preferida pelo europeus que escolhem o mais belo trecho do belo litoral lusitano para passar suas férias. Assim, frequentemente preferem alugar uma casa pelo mês todo em Lagos.
Lagos é, dessa forma, uma cidade com excelente infraestrutura de turismo, com agências de viagem, locadoras de automóveis e hotéis de todos os preços. A outra opção é Faro.

Turismo em Portugal: salinas, comuns na paisagem do Algarve

O lugar da Europa onde todo mundo quer ter uma casa de férias

Alguns turistas europeus, aliás, chegam a comprar uma residência de verão no Algarve. Explica-se: em primeiro lugar, Portugal é um dos países mais baratos da Europa. Em suma, para um francês, para um alemão ou para um encandinavo, passar as férias em Portugal sai barato. Poderão, portanto, em Portugal, levar uma vida mais confortável e com mais dinheiro no bolso, do que em seus países de origem..
Posto de Turismo do Algarve: Av. 5 de outubro, cidade de Faro
E-mail: [email protected]

Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é ALGAVE-33.jpg
Turismo em Portugal: costa do Algarve

Lagos

Lagos, a capital do Algarve, cercada de muralhas, com quase 30 mil habitantes, situada a 300 km de Lisboa, tem um inegável ar mediterrâneo em razão de seu clima suave e do tom verde-esmeralda de seu mar. Assim, seu litoral colorido, nos fazer lembrar as ilhas espanholas ou aquelas dos arquipélagos gregos.

Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é LAGOS.jpg
Turismo em Portugal: Lagos, AlgarVe

As vantagens do Algarve

A cidade conserva, igualmente, sobretudo no seu centro histórico, lindos palacetes do século XVIII e XIX, igrejas e outras construções seculares.
A capital algárvia, portanto, nos agradou imediatamente. Ainda mais, porque na baixa temporada não estava muito cheia. Ou seja, flanar por Lagos já era um bom programa para nós do Canal do Youtube “Sonhos de Viagem“.

Foi de Lagos, no extremo sul do território lusitano, que partiram boa parte das expedições nas grandes navegações, um detalhe que os algávios se orgulham. Olhando no mapa você entenderá porque o Algarve, no Atlântico, porém, ao lado do Mediterrâneo, é uma espécie de porta para o Atlântico sul.

O que ver e fazer em Lagos

Como já mencionamos, a própria cidade de lagos em si, com suas ruelas e praças e suas casinhas branca regularmente caiadas, já é uma atração. O maior destaque, porém, é seu centro histórico e a faixa que acompanha o litoral, junto a uma baía de águas azuis. Do alto, avistávamos as falésias e as praias de mar verde-esmeralda.

Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é LAGOS-MURALHAS.jpg
Turismo em Portugal: Lagos, no Algarve

Outra de suas atrações é sua fortaleza Ponta da Bandeira, do século XVII, que defendeu a cidade em diferentes momentos de sua história. O mais gostoso nessa visita é fazer como fizemos. Ou seja, subir até o alto de suas muralhas e caminhar por ela para desfrutar da vista.

Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é LAGOS-CENTRO-HISTÓRICO.jpg
Turismo em Portugal: Centro de Lagos, no Algarve

Museus

Museu Municipal Dr. José Formosinho

Há um museu na cidade de Lagos, a capital do Algarve, que vale conhecer em razão da variedade de suas coleções que abrangem peças de diferentes épocas, dos tempos romanos à época medieval. Trata-se do Museu Municipal Dr. José Formosinho, na rua Gral. Alberto Silveira.

Turismo em Portugal: Museu Municipal Dr. José Formosinho

Castelo dos Governadores

Castelo dos Governadores é uma obra mourisca que fica na parte sudeste da cidade de Lagos, atrás do hospital, no Algarve.
Após a Rreconquista (século XIII), pelas tropas cristãs, o governo militar do Algarve estabeleceu a sua sede nesse castelo, no século XIV. Aliás, já na fachada existem brasões de armas do Reino do Algarve.

Turismo em Portugal: Castelo dos Governadores

Igrejas

Igreja de Santo Antonio

Igrejas é o que mais tem no Algarve. Assim, vale a pena dar uma olhada em algumas delas. A que achamos mais bonita foi a dedicada a Santo Antonio, em estilo barroco, erguida no século XVII. Ela fica na praça Alberto Silveira e é decorada com belos painéis de azulejos.

Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é IGREJA-DE-SANTO-ANTONIO.jpg
Turismo em Portugal: Interior da igreja de Santo Antonio, no Algarve

A de Santa Maria na Praça Infante Dom Henrique é mais antiga e foi construída no século XII, porém, não conservou muito de sua arquitetura original. Posteriormente foi muito alterada por diversas reformas e por um violento incêndio no século XIX, que destruiu boa parte do templo.

Praias

Lagos tem, igualmente, muitas praias que encantam os turistas europeus no verão. Dessa forma, as mais manjadas acabam lotadas. Para nós, porém, praia não é exatamente o que mais nos atrai na Europa, já que o litoral brasileiro é um dos lindos do mundo. Aliás, nesse época do ano não tivemos sequer vontade de entrar na água, um tanto frias.

Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é LAGOS-PRAIA-DO-CAMILO.jpg
Turismo em Portugal: Praia do Camilo, no Algarve

As águas fria do outono

Brasileiros, afinal, não curtem muito água gelada… Vale a pena, porém, visitar as praias algárvias, em razão das paisagens desse lindo litoral todo recortado, que queríamos filmar para nosso Canal Youtube “Sonhos de Viagem” e fotografar para este nosso blog.
Certas praias, porém, nos meses quentes, por serem meio escondidas entre rochedos, são as preferidas por muitos europeus, para praticar nudismo e top less fora do alcance de olhos curiosos. E, diga-se de passagem, os portugueses são um pouco conservadores nesses assuntos.

As principais praias de Lagos

Praia Dona Ana, uma das mais bonitas de todo o Algarve, rodeada de falésias, fica na Costa D’Oiro, tem mar calmo, boa para nadar.
Meia Praia, uma das mais frequentadas. Possui uma longa faixa de areia dourada de uns 5km.

Turismo em Portugal: Costa do Algarve

Praia do Camilo é igualmente bonita, porém é relativamente pequena, rodeada por falésias. Ou seja, tivemos que encarar uma escadaria para poder acessa-la.
Praia do Porto de Mós É mais distante do centro, e a segunda mais extensa praia de Lagos, igualmente, rodeada de rochedos. É a preferida dos surfistas.
Posto de turismo de Lagos: R Belchior Moreira Barbudo – www.visitalgarve.pt

Passeios de barco no Algarve

De Lagos há excursões de barco até Sagres que, no passado foi um centro de estudos sobre navegação.
As embarcações que partem da Marina de Lagos, lhe permitirão, assim, apreciar a costa algarvia a partir do mar.

Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é LAGOS-MARINA.jpg
Turismo em Portugal: Marina do Algarve

Esse trecho do litoral do Algarve é um paredão de falésias que acompanham quase todo o litoral algávio. Como estávamos de carro, podíamos parar onde queríamos para filmar e fotografar. O nos chamou a atenção enquanto rodávamos por lá, foram os tons amarelados ou ocre das falésias e o mar, tão lindo quanto o Mediterrâneo.

Faro: uma cidade da época fenícia

A, noventa quilômetros a oeste de Lagos, Faro, fundada no século VIII a.C. e habitada por povos bárbaros, foi outro lugar que não pudemos perder, sobretudo depois que lemos muito sobre a cidade. Como quase todas as demais antigos centros lusitanos da época, Faro passou da mesma forma que Lagos, por vários períodos históricos.

Turismo em Portugal: Faro, Algarve

Assim, Faro foi ocupada por romanos, árabes e visigodos, antes de ser conquistada pelos cristãos.
Antes de mais nada, para você entender, em Faro, boa parte de suas atrações ficam no interior das muralhas, a chamada Villa-Adento, que, no passado, protegiam a cidade. Comece, portanto, sua visita pelo centro histórico.

Faro, uma soma de influências as mais variadas

Assim, Faro, atraiu em primeiro lugar os fenícios, em razão de sua posição estratégica entre o Mediterâneo e o Atlântico.
Até o século VIII d.C, Faro foi sucessivamente ocupada por romanos, depois por bizantinos e pelo Reino Visigodo. Posteriormente foi incorporada ao Califado Mouro de Córdoba. Todos esses povo deixaram sua herança na sociedade e na arquitetura, o que enriqueceu a riqueza e a diversidade cultural de Faro.

Turismo em Portugal: Faro, Algarve

O período Mouro e a Reconquista

Mais tarde, chegou a vez dos Mouros (que já ocupavam parte da Espanha), igualmente anexar o Algarve. A região só foi recuperada pelos cristãos na Reconquista, conduzida pelo rei Afonso III em 1249. Aliás, os reis portugueses eram, durante muito tempo após a Reconquista, chamados de “Reis de Portugal e do Algarve”.

A destruição de um importante patrimônio

Posteriormente, durante o período em que Portugal permaneceu sob o domíno espanhol (1580 e 1640), conhecido como União Ibérica, Faro foi vítima de ataques de ingleses, inimigos dos espanhois. Ou seja, foram os portugueses que pagaram o pato… Assim, em 1596, os britânicos, atacaram Faro, causando grandes danos à cidade, em especial ao seu patrimônio religioso.

Turismo em Portugal: Faro, Algarve

Como se não bastasse, a cidade de Faro foi igualmente atingida por um violento terremoto em 1755. Êita pé frio!
Ficamos, entretanto, supresos ao chegar à cidade e deparar com um centro histórico com cara de intacto. Explica-se: boa parte dos imóveis históricos ou foi poupado, ou foi recuperado, reformado, reconstruído etc. Evidentemente, muitos de seus belos imóveis tiveram seus estilos originais alterados.

Turismo em Faro – principais atrações

Igrejas

Igreja Mosteiro de São Francisco

Uma igreja que merece destaque é a do Mosteiro de São Francisco, construído entre os anos 1253 e 1267 e ampliada posteriormente nos séculos XVIII e XIX. Ela chama a atenção por seus azulejos e por sua fachada branca, imaculada. No teto, afrescos retratam a vida de São Francisco. Nós, para aprecia-los tivemos que nos sentar meio alongados no banco. Melhor do que ficar de pescoço torto!

Igreja do Carmo

A igreja barroca do Carmo, um ícone da cidade de Faro, foi erguida em 1719, destacamdo-se por sua fachada, Bastante destruída pelo terremoto de 1755, foi posteriormente restaurada. Esta igreja, simples por fora, mas com um interior ricamente decorado. é por si só uma boa razão para visitar Faro.

Turismo em Portugal: Igreja do Carmo, em Faro

Na parte de trás da igreja fica a Capela dos Ossos, construída com os ossos de monges, com crâneos, tíbias, etc. Algo, meio tétrico, talvez impressionante para os mais sensíveis. Claro que não é lugar para levar crianças, exceto se for uma da família Adams…  
Sem sermos carolas, adoramos visitar igrejas. Curtimos reconhecer estilos arquitetônicos e, ainda mais, igrejas são silenciosas, tem bancos, às vezes uma música suave. Ou seja, um lugar perfeito para dar um tempo e meditar.

Sé Catedral de Faro

Embora tenha sido construída a partir de em 1251, seu aspecto atual mudou bastante, em razão dos danos causados pelo mesmo terremoto de 1755, quando o imóvel virou uma salada estilos: gótico, renascentiosta e barroco.
Uma dica, da torre da catedral tem-se uma vista privilegiada da cidade e seus arredores. Basta encarar a escadaria!

Turismo em Portugal: Sé de Faro, no Algarve

Museus

Museu Municipal de Faro

O  museu de história da cidade, ou Museu Municipal de Faro, funciona no convento renascentista de Nossa Senhora da Assunção, no bairro judeu. No acervo do museu você poderá admirar o mosaico do Deus Oceano, do século III, além objetos utilizados pelos antigos muçulmanos no seu dia a dia.

Turismo em Portugal: Museu Municipal de Faro, Algarve

Museu Marítimo Almirante Ramalho Ortigão

O Museu Marítimo Almirante Ramalho Ortigão, que funciona na Capitania dos Porto, na Comunidade Luzíada, é o mais antigo da cidade, tendo começado a funcionar em 1891. Suas coleções reúnem não apenas embarcações históricas e militares, mas igualmente pesqueiras, além de artefatos utilizados pelos pescadores algárvios. Entre as embarcações históricas há um modelo de uma das naves utilizadas por Vasco da Gama a caminho da Índias em 1498.

Turismo em Portugal: Museu Marítimo Almirante Ramalho Ortigão

Museu Regional do Algarve

Faro possui um interessante museu etnográfico, que ilustra a vida dos algárvios no passado. As coleções reúnem objetos utilizados na vida cotidiana, como instumentos metálicos, cestos para transporte de mercadorias, seus hábitos, instrumentos utilizados em suas navegações e pescarias, além de suas vestimentas típicas.

Arquitetura

O castelo de Faro, na praça de São Francisco, é bem antigo e foi construído pelos mouros a partir do ano 1249. No século XX, foi transformado numa fábrica para produção de álcool.
Infelizmente foi bastante danificado pelo bombadeio inglês de 1596, que deixou em chamas parte da cidade.

Turismo em Portugal: Castelo de Faro

Palacete Belmarço

Faro tem belas contruções em diferentes estilos, que vale a pena pelo menos dar uma olhadinha. É o caso do Palacete Belmarço. Embora não muito antigo, erguido em 1912, no começo do século XX, não deixa de ser um dos imóveis mais elegantes da cidade de Faro.

Turismo em Portugal: Palacete Belmarço, Faro, Algarve

Praias

A praia mais perto de Faro fica na ilha de mesmo nome, a Ilha de Faro, (ou, mais exatamente Península do Ancão), a menos de dez km a oeste do centro da cidade. Bastante badalada durante a alta temporada de verão, possui uma boa infraestrutura turística.

Turismo em Portugal: o litoral do Algarve

Ou seja, inclui hoteis, um albergue da juventude (“Pousada da Juventude”, não confundir com as luxuosas Pousadas de Portugal), restaurantes, barzinhos, casas de câmbio e agências de viagem. Procure visitá-la, como fizemos, no final da tarde para apreciar o magnífico por-do-do-sol na Ria Formosa.
Posto de Turismo de Faro: Rua da Misericórdia 8-11 – tu[email protected]

Estói

Estói, a 10 km de Faro, visitável em um bate-e-volta a partir de Faro, é uma cidadedinha muito simpática, que nem todos turistas conhecem. É mais conhecida por seu palácio rococó. Apesar de não ser muito antigo – data do século XIX, é um dos mais bonitos do Algave.

Turismo em Portugal: Palácio de Estói, Algarve


Estói abriga ainda uma igreja matriz de 1755, com um detalhe incomum: na construção de seus altares foram empregadas madeiras de antigas embarcações.
Menor e menos agitada do que Faro e Lagos, Estói é procurada por turistas que gostam de lugares tranquilos, sem muito auê.

Ruínas Romanas de Milreu

Estoi conserva, igualmente, ruínas de uma importante vila da época dos romanos, as Ruínas de Milreu, do século XII d.C. A Vila de Mireu abriga ainda um importante templo, além de termas bem preservadas, onde se pode ver belos mosaicos sobre peixes e vida marinha.

Turismo em Portugal: Ruínas romanas do Milreu

Enfim, adoramos o Algarve, mas era preciso continuar nossa viagem, agora rumo ao norte, até a fronteira espanhola. Acompanhe nossa viagem e eia outras matérias sobre essa viagem de carro por Portugal:


ASSUNTOS RELACIONADOS:

1 – Turismo em Portugal – Roteiro de viagem
2 –Turismo em Portugal: Algarve, o início da viagem
3- Turismo em Portugal: do Algarve a Caminha pelo litoral 
4- Turismo em Portugal: Cidade do Porto 
5 – Turismo em Portugal: Valença do Minho a Lisboa
6 – Turismo em Portugal: o Alentejo 
7- Turismo em Portugal: Lisboa 
8 – Turismo em Portugal: atrações em Lisboa
9- Os portugueses, nossos irmãos do ultramar

Posts Relacionados

08 De Paris a Katmandu de carro” – A Vaca na Estrada” – Kandahar

Sonhos de Viagem

De Paris a Katmandu de carro – “A Vaca na Estrada” – Viagem de trem na Índia

Sonhos de Viagem

011 De Paris a Katmandu de carro – “A Vaca na Estrada” – Band-I-Amir

Sonhos de Viagem
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x