Dicas de Viagem

Dinheiro em Viagem | Dicas Para Viajar

Nós, do Canal do Yotube “Sonhos de viagem”, quando viajamos, diversificamos nosso suporte financeiro durante a viagem. Assim, a maior parte das despesas bancamos no cartão de crédito. O ideal é ter dois cartões com um teto razoável. Como nossas viagens para produzir vídeos tomam muitos meses, o custo da viagem se torna mais elevado. Dessa forma,, ás vezes, jogamos igualmente uma parte de nossos recursos em um cartão pré-pago e, ainda mais, levamos conosco uma soma em cash.

Cartão de crédito e/ou débito

Existem vários, mas os mais aceitos são o Visa, em primeiro lugar, depois o Master. Com cartão de crédito ou débito você pode retirar dinheiro em qualquer lugar do mundo nos caixas ATM, fazer compras, pagar com eles um monte de coisas. Em suma, nós os utilizamos no Nepal e na Tailândia, na Europa e em toda a América do Sul nas principais localidades, sobretudo nos lugares onde o turismo é importante.

Dinheiro em viagem: cartões de crédito

Despesas e taxas

Embora super práticos, os cartões tanto de crédito quanto de débito implicam, porém, em despesas, como taxas governamentais de 6,38% além daquelas, do cartão.
Outra coisa, acompanhe suas despesas, pois os juros cobrados para parcelamento de compras são altos. Não vale portanto a pena. Ou seja parcelamento bom é o de passagem aérea, geralmente sem juros ou com juros baixos.

Cuidados a ser observados no uso de cartões de crédito ou débito

Um outro ponto é tomar muito cuidado em não perder seu cartão ou ser roubado. Como sabemos que o visa é sempre aceito, saímos apenas com ele e deixamos o Master no hotel, bem guardado.
Igualmente importante: não deixe de fazer um aviso de viagem para ambos os cartões. Mencione, portanto, quando e onde eles vão ser usados durante sua viagem. Assim, ,a administradora do cartão não vai se espantar se chegar uma uma despesa de compras em Katmandu, por exemplo, e bloquear a compra. Nós geralmente fazemos esse aviso de viagem com nosso gerente.

Dinheiro em viagem: em quase qualquer cidade do Nepal você encontra caias ATM

Confira tudo!

Enfim, tenha sempre anotados os contatos de sua administradora, e o número do cartão para uma emergência.
E, igualmente, sobretudo no exterior, confira suas compras e o valor cobrado antes de assinar qualquer fatura. Curiosamente, sempre que há um erro, não sabemos porque, porém, é nunca é a nosso favor… Verifique igualmente se o cartão que estão lhe devolvendo é mesmo o seu.

Outras vantagens dos cartões

Dinheiro em viagem: as vantagens do cartão

Finalmente, os cartõesde crédito oferecem algumas vantagens. Se você comprar sua passagem com o cartão pode ter um seguro de viagem incluído. Os cartões também geram milhas. Nós, durante um bom tempo, nem lembramos de olhar os pontos que acumulamos. Quando fomos falar com nossa gerente ela disse que eram tantos pontos que poderíamos converter em milhas e obter duas passagens gratuitas para Paris. Merci! Isso compensa um pouco as taxas que temos que pagar para usar o cartão no exterior.

Cartão Pré-pago

Existe no mercado o cartão pré-pago emitido por alguns bancos e pela Western Union. São facilmente aceitos. Possui senha. Mesmo que você o perca ou seja roubado pode pedir ao seu gerente pra bloqueá-lo. (tenha sempre no seu celular o contato de seu gerente!)

Dinheiro em viagem:hHá vários cartões pré-pagos no mercado, veja as vantagens de cada um

Ao adquirir o cartão você o carrega com um valor em dólar ou euro. Quanto você o utiliza, o dinheiro vai sendo retirado de seu saldo. A vantagem do cartão é evitar transportar dinheiro cash. Digamos que você carregue o cartão com três mil dólares e gaste apenas dois mil durante sua viagem. Na volta ao Brasil você passa em seu banco, “esvazia” o cartão e joga o saldo em sua conta. Ou pode, igualmente, se não precisar de imediato desse dinheiro, deixa-lo no cartão. Ao comprar verifique portanto prazos de validade e todos os detalhes.

Dinheiro vivo (cash)

Em primeiro lugar, dinheiro vivo em dólar, euro ou outro moeda torna a viagem um pouco mais barata. Igualmente, por precaução, gostamos de ter sempre conosco uma soma em dinheiro vivo. Ele pode ser útil no caso de você perder seu cartão ou se for viajar por lugares remotos sem caixas ATM por perto para pagar um táxi ou um sorvete.
O dólar é a moeda ideal em praticamente o mundo todo, exceto na União Europeia, onde levar euros é mais vantajoso. Na Inglaterra e Escócia o ideal é chegar com libras esterlinas.
Mas, atenção, quando for comprar moeda estrangeira no Brasil guie-se pelo dólar. Ou seja, se o dólar sobre, o euro e outras moedas acompanham. Assim, procure sempre acompanhar a cotação do dólar. É oque nos do “Sonhos de Viagem” fazemos. Vamos comprando durante meses, sempre que o dólar dá uma abaixada.

Dinheiro em viagem: Euro, a moeda para 27 países do bloco europeu, é aceito no mundo todo

O problema do dinheiro vivo é que pode ser roubado, perdido. O risco é, porém, mínimo, se você coloca-lo numa bolsa de cintura, onde fica praticamente invisível. Não na cueca, é claro. Afinal, políticos de Brasília tornaram esse costume uma prática manjada…

Dinheiro em viagem: dólar, a moeda universal

Os riscos do dinheiro vivo

Outro risco de se viajar com dinheiro vivo é esquecê-lo no hotel em algum canto ao partir. Assim, numa de minhas viagens eu e uma amiga colocávamos as bolsas de dinheiro debaixo do travesseiro ao dormir. Uma vez, porém, em que iríamos muito cedinho tomar um trem de Madras para Nova Delhi, na Índia, já estávamos no trem que começava a se mover, quando lembramos que as bolsas, inclusive com nossos passaportes, foram esquecidas no hotel. Jogamos portanto, nossas mochilas na plataformas e saltamos com o trem em movimento.

Um mega-susto

Dessa forma, minha amiga ficou com as mochilas, eu corri, atravessei aquela confusão de vias férreas do pátio da estação, e subi no primeiro táxi que consegui. Passei correndo pela recepção do hotelzinho, subi as escada, abri a porta do quarto onde tínhamos dormido. As camas estavam ainda desarrumadas, ninguém portanto, aparentemente, entrara ali. Ergui o travesseiro e deparei com minha bolsa… o dinheiro estava ali. A bolsa de cintura de minha amiga também…

Dinheiro em viagem: bolsinha para transportar valores, usada sob o jeans

Vivendo e Aprendendo

O susto fez com quem estudássemos algum modo de nunca esquecer as preciosas bolsinhas. A solução foi talvez hilária: assim antes de dormir, prender a bolsa num passador do jeans que usaríamos no dia seguinte. Não tem erro, ninguém sai na rua sem calça…

Dinheiro em viagem:

Assuntos Relacionados:

Posts Relacionados

Hotel na Itália

Sonhos de Viagem

Puno e o Lago Titicaca

Sonhos de Viagem

042 De Paris a Katmandu de carro – “A Vaca na Estrada” – Novos lugares, novas amizades

Sonhos de Viagem
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x