Gastronomia

Comida em viagem na América do Sul

Gente, “Comida em Viagem” é, antes de mais nada, um tópico importante para todos que viajam a turismo para exterior. Para nós do “Sonhos de Viagem”, experimentar gastronomia local é, portanto, um dos prazeres de se perambular pelo mundo. Assim, queremos sempre experimentar de tudo: pratos regionais, comidas de rua, especialidades, frutas exóticas, legumes diferentes, vinhos, cervejas. Portanto, feijão com arroz, bife e batata nós comemos (e gostamos muito!), no Brasil.

Quando viajamos, vez ou outra, quando podemos cozinhar, em um hostel, por exemplo, fazemos pratos brasileiros. Só para matar a saudades. Não deixamos, porém, de mergulhar de cabeça na culinária do país. Logo, nunca perdemos esse lado tão prazeroso em cada país que visitamos

Comida em viagem na América do Sul: dicas de iguarias para quando você resolver encarar essa aventura

Assim nossa intenção neste tópico, é comentar sobre pratos e algumas especialidades que nos agradaram durante nossas andanças pelo mundo. Dessa forma, quem for viajar para um desses países, já terá as dicas de algumas iguarias que vale a pena experimentar. Para facilitar, separamos por continente.

Comida em viagem na América do Sul: massa criativa em Buenos Aires

Embora determinados pratos façam parte da culinária de mais de um país sul-americano, a gastronomia em cada lugar, é, entretanto única. Desse modo, a culinária argentina, é diferente da colombiana, que é diferente da chilena e assim por diante.

Comida em viagem: na Argentina

Comida em viagem na América do Sul: carne argentina, a melhor do mundo

A Argentina é famosa pela qualidade de suas carnes, a melhor, ou se preferem, uma das melhores do mundo. Dessa forma, brasileiros quando vão a Argentina não perdem assim a oportunidade de saborear o badalado bife de chorizo com papas. Um dos endereços mais conhecidos é o “Rey del Chorizo“, em Buenos Aires. Antes de mais nada, saiba que “Chorizo” na Argentina, não é a linguicinha feita com sangue de porco, como no Brasil, É simplesmente um belo filé de carne bovina de primeira qualidade.

Comida em viagem: o cordeiro patogônico

Uma das carnes mais saborosas, que derrete na boca, é carne do cordeiro patagônico, incrivelmente tenra.
A carne de cordeiro é destinada geralmente aos “asados“. Assim, as enormes costeletas ficam horas assando vagarosamente sobre um braseiro.
Essa é uma especialidade que você encontra em Buenos Aires e, assim também, é claro, na Patagônia. Em Bariloche há igualmente ótimos restaurantes que servem cordeiro grelhado nos restaurante espalhados pela Calle Mitre e seus arredores. Da mesma forma, quase todos esses restaurante servem carnes de caça, como javali e cervo.

Comida em viagem na América do Sul: carne de Cervo em El Calafate, na Patagonia.

Comida em viagem: é bom demais termos um cozinha

Como ficamos mais em hostel, alugamos apartamento ou ficamos em um Air B & B, quase sempre temos cozinha. Tivemos portanto, na Argentina, a ocasião de ir ao mercado e comprar uns belos bifes suculentos, de carne macia.
Dessa forma, fritávamos os steaks na cozinha comum do hostel, acompanhados de batata no azeite de oliva.
Comprávamos igualmente maionese, lasagna pronta e outros prato, além de frutas frescas.
Assim, comíamos na grande mesa da copa do hostel ou no jardim interno com outros viajantes. Logo, ficávamos quase sempre no papo com gente de outros países em viagem pela Argentina.

Comida em viagem: cozinhando no hostel

Comida em viagem: noroeste da Argentina, oportunidade de experimentar carne de lhama.

Se, você for viajar para o noroeste da Argentina se surpreenderá ao descobrir que a carne mais comum por lá é a de lhama. É igualmente, a mais barata. Afinal, que a carne bovina vem de longe, dos pampas e é mais cara. É macia, saborosa, lembra um pouco a carne de vitela, como conhecemos no Brasil. Por último, é mais saudável e tem menos colesterol do que a carne bovina.
Ela pode ser servida de várias formas, como a carne bovina. Os cozinheiros locais são criativos. Algumas receitas levam champignons. Há igualmente pratos de lhama a milanesa. O acompanhamento é sempre batata.

Comida em viagem pela América do Sul: carne de lhama com champignons, especialidade da Quebrada de Humahuca, na Argentina

Comida em viagem: a centolla da Terra do Fogo

Outra especialidade da culinária argentina é a centolla, o caranguejo gigante das águas geladas da Terra do Fogo.
Assim, o melhor lugar para saborear essa iguaria é Ushuaia, a capital da província da Terra do Fogo.
Sua carne lembra ligeiramente a da lagosta, porém, na nossa opinião, é ainda mais saborosa. Antes de mais nada, é bom saber que ser trata de um prato caro. Enfim, em Ushuaia bem menos do que em outros lugares da Argentina. Prepare, porém, a carteira!

Há centollas vivas em áquário. Você tem que escolher a que deseja. O bicho é enorme. Achamos, porém, que ter que ficar quebrando casquinha de caranguejo durante a refeição nunca foi a nossa praia.
Felizmente o garçom nos ajudou, colocando os bocados em nosso prato. Descobrimos, entretanto, que a melhor jogada é pedir não o bicho inteiro vivo, mas só pedaços preparado à provençale com alho. Sai mais barato e não tem nenhuma casca para você quebrar!

Comida em viagem: centollas à provençale em Ushuaia, na Argentina

Comida em viagem: as famosas empanadas argentinas

Durante nossas viagens de ônibus por toda a Argentina, sempre tínhamos conosco as famosas empanadas ao forno, de queijo ou de carnes. Comíamos empanadas na rua, no quarto, no ônibus… Super praticas!
Encontrei, porém, imitações de empanadas em vários países da América do Sul. No Chile eram melhorzinhas. Não se comparam, porém, às argentinas. E, ainda mais, são fritas, e não assadas. A massa igualmente não é a mesma.

Comida em viagemna América do Sul: empanadas argentinas

Comida em viagem: no Chile

O Chile tem boa culinária. Porém, baseada principalmente no pescado e frutos do mar. Alguns deles que você vê nos mercados chilenos, nem existem no Brasil. São, portanto, sempre fresquíssimos e de excelente qualidade.
Um dos pratos que mais nos agradou foram as ostras recheadas ao forno, que comemos em Valdívia, sul do Chile.

Comida em viagem: ostras gratinadas no sul do Chile

Assim, esse tipo e especialidade você encontra mesmo em pequenos restaurantes e Arenas, Valdívia, Chiloé e outras localidades no litoral chileno. Na região não é um prato caro. Em Santiago, entretanto, pode não ser muito barato.

Um dos pratos mais saborosos e tradicionais de todo o sul do Chile, de Punta Arenas a Valdívia, é o chupe de centolla ou chupe de mariscos. E sse prato é uma espécie de caldeirada chilena. Há chupe de pescado, de mariscos, de mix de frutos do mar, de centolla.
Em suma, se você não tem nenhuma restrição aos frutos do mar, insistimos que experimente.

Comida em viagem na América do Sul: chupe centolla, Terra do Fogo, Chile

Os peixes, são igualmente muito bons. O destaque, entretanto, fica para o salmão. Caro no Brasil, ele é muito barato no Chile. Assim, tanto comíamos no restaurante como íamos ao mercado compra umas belas postas e preparávamos no hostel, ao forno, com alcaparras.
O salmão, por outro lado, vai super bem acompanhado de uma dessas delirantes cervejas artesanais do sul do Chile, que você encontra nos mercados e que são servidas nos restaurantes locais.

Comida em viagem na América do Sul: chupe de mariscos

Comida em viagem: no Chile esqueça a cozinha internacional

Como dissemos, a culinária chilena tradicional é ótima. Infelizmente, porém, os chilenos não costumam acertar quando se trata de fazer pratos de outros países. São um desastre na cozinha francesa, fazer um maigret de canard, por exemplo. Quando pedi esse prato uma vez no bairro de Bellavista, em Santiago, me trouxeram algo que julguei ser um peito de passarinho, tão pequeno era. Quando reclamei, dizendo que conhecia esse prato na França, que não era bem assim e que nunca vi uma porção tão pequena, me disseram que os pais no Chile são pequenos… Ainda mais, meio queimado e sem gosto! Da mesma forma pratos italianos de massas. Mesmo a uma mera pizza deixa a desejar.

Comida em viagem na América do Sul: Chile é o lugar certo para você comer salmão

Comida em viagem na América do Sul: e as frutas?

Quando viajamos nosso regime alimentar acaba se voltando demasiadamente para o consumo de carboidratos – arroz, batata, pão, macarrão. Ou, igualmente, proteínas – carne, queijo, leite etc.
Acabamos, portanto, comendo poucos legumes crus e raramente consumindo saladas. Dessa forma, uma boa ideia para compensar a carência de vitaminas e sais minerais é consumir frutas. É uma boa, portanto, frequentar mercados municipais e mesmo super-mercados. Dar, portanto, uma olhada em suas coloridas bancas de frutas.
A maioria dessas frutas tem suas equivalentes no Brasil, embora as formas e tamanhos nem sempre correspondam às que conhecemos em nossas feiras e mercados. Assim, em Pucón, descobrimos uma fruta que nunca vimos anos. Nos disseram que seu nome é “pepino dulce“. Curiosos, como sempre, logo compramos para experimentar. Antes de mais nada, de pepino, o legume que conhecemos no Brasil, não tem nada. É, porém, uma fruta, bem saborosa.

Comida em viagem na América do Sul: o pepino Dulce, frutas chilena incomum no Brasil

Comida em viagem: na Colômbia

Na Colômbia experimentamos uma culinária que tem muito a ver com a brasileira. Há tempo que procurávamos um bom feijão com arroz. O arroz ainda conseguíamos encontrar, mas não é um prato mas muito consumido por argentinos, chilenos, bolivianos e peruanos. Na Colômbia, entretanto, o arroz é comum, e o feijão igualmente. Comíamos frequentemente em restaurantes de Bogotá.

Comida em viagem na América do Sul: feijão com arroz, batatas em carne, quase como no Brasil

Por outro lado, em Cartagena das Índias, talvez em razão de sua importância paa o turismo há pequenos restaurantes simpáticos que servem pratos criativos que possam agradar à uma clientela internacional.

Comida em viagem na América do Sul: favas com carne e batatas, no Caribe colombiano

Na costa caribenha há igualmente outros pratos muito bons, como o camarão gratinado com arroz, um prato fácil de preparar, porém muito bom, e que nós acabamos preparando em nossa viagens por regiões litorâneas sempre que encontramos camarão.

Culinária peruana

A culinária peruana é diferente e rica. Dessa forma, tem sido cada vez mais aceita internacionalmente e alguns chefs de cozinha peruanos, têm agradado com sua gastronomia criativa elaborada com ingredientes locais.

Assim também, há cada vez mais restaurantes peruanos no mundo inteiro, em Paris, Londres, Nova York etc.

Comida em viagem na América do Sul: papa a la huancaina, Peru

Um outro prato comum no litoral peruano, e igualmente em Arequipa, em Lima e mesmo em restaurantes de Cusco é o ceviche.
Antes de mais nada, é bom avisar, trata-se de peixe cru marinado no limão. Nem todo brasileiro curte. Mas para os que curtem é literalmente um prato cheio.

Comida em viagem na América do Sul: ceviche em Arequipa

Curiosamente vem acompanhado de banana. Alguns dos ingredientes que acompanham o prato não existem no Brasil.

Enfim, é isso. Viagem de turismo na América do Sul lhe permitirá provar uma grande variedade de pratos muitos bons!

Assuntos Relacionados:

Posts Relacionados

Viagem para Argentina – Melhores lugares

Sonhos de Viagem

Quebrada de Humahuaca, na Argentina

Sonhos de Viagem

Ubatuba, uma das cidades mais antigas do Brasil

Sonhos de Viagem
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x