Gastronomia

Comida em viagem na Ásia

A comida em viagem na Ásia é uma grande aventura gastronômica, repleta de surpresas. Ou seja, são pratos desconhecidos, de sabores exóticos, legumes e frutas que você nunca viu antes, temperos de sabor marcante.

Comida em viagem: arroz com legumes frango. Você encontra em todo lugar!

Cuidado com a pimenta

Antes de mais nada, saiba que, se você não aprecia pimenta, sempre pergunte antes ao garçom se é “spiced“ou se leva “chili“. Logo, fique, atento, quando falam que a comida é apenas little bit spiced. Sim, para eles! Para você, porém, talvez descole o céu da boca. Mesmo quando falam que não leva pimenta nenhuma, muita vezes, ainda assim você sente algo ardido. É que a maioria dos asiáticos não se concebem comida sem pimenta. É o normal para eles! Assim na Índia, Tailândia, Cambodia, Nepal e outros países.

Culinária indiana

A culinária indiana é bastante variada, quase sempre acompanhada de molhos que nem todos os ocidentais apreciam. É o caso, assim, o do pulao, por exemplo. Sei de brasileiros que pegaram horror a essa especiaria.

Comida em viagem: legumes ao curry, na Índia

Comida em viagem: os temperos indianos

Um dos temperos mais conhecidos na Índia é o curry. Quase tudo leva curry! O curry, porém, não é naturalmente apimentado. O molho de curry super picante servido em restaurantes é very spicid É apimentado porque puseram pimenta nele! Em alguns lugares dá, portanto, para pedir um curry praticamente sem pimenta.
Por outro lado, é possível amenizar um pouco o ardido provocado pela pimenta. Basta misturar curd (espécie de iogurte natural) ao arroz.

Comida em viagem: pratos indianos apimentados

Esses pratos com molhos apimentados são misturados ao arroz. Embora na maioria dos restaurantes exista talheres, muitos indianos (e também os nepaleses) comem esse arroz com a mão. Assim, fazem um montinho no prato e levam à boca, acompanhando tudo com chapati, um pão achatado e redondo. Só a mão direita pode tocar o alimento. Desse modo, a esquerda, reservada para a higiene íntima, é considerada impura.

Comida em viagem: o tandoori chique especialidade indiana

Tandoori

Um outro prato muito saboroso e não demasiadamente apimentado é o tandoori chicken (galinha ao tandoori). Não leva molho. Alguns molham o tandoori no curd, um tipo de iogurte natural muito consumido na Índia.

Comida em viagem: o fried rice

Comida em viagem: a comida de rua na Índia

Já experimentei a comida de rua na Índia. Escolhi, porém, um lugar que me pareceu mais limpo. Na Índia muitos desses vendedores de comida de rua pegam em dinheiro, depois pegam na comida com as mãos, coisa assim. Esse pelo menos usava uma espécie de pinça de madeira enrolava os pedidos em papel apropriado, não em jornal, como é costume por lá. Em quase todo lugar essa comida de rua limita-se principalmente bolinhos fritos de diferentes sabores.
Pedi dois bolinhos fritos ali na hora, um com recheio de legumes, outro de galinha, já que o boi, o cônjuge da vaca é, por tabela, igualmente sagrado. Não era ruins. O problema, entretanto, é que quase tudo na Índia é apimentado. No final do segundo bolinho, eu estava em lágrimas.

Comida em viagem: comer na rua na Índia… higiene duvidosa e bolinhos super apimentados

Comida em viagem, a culinária no Nepal

A culinária tradicional nepalesa tem pratos próprios, como o “Dal” um tipo de lentilhas, geralmente ao curry e apimentada. Nos hotéis mais elegantes, entretanto, se tiver restaurante, pode-se sempre pedir comida sem pimenta.

A gastronomia nepalesa, entretanto, tem muitos pratos idênticos aos indianos, como o carneiro, frango ou vegetais ao curry, o fried rice e, mesmo, o tandoori.
Muitos restaurantes servem a comida acompanhada de pães indianos, como o chapati, ou o nan. Outro prato comum no Nepal (e igualmente na Índia e outros países da Ásia) é o frid rice, o arroz frito. Há de todos os tipos: de carneiro, de vegetais, de carne de búfalo, de galinha.

Cozinha em viagem: culinária nepalesa típica, com curry

A gastronomia nepalesa, entretanto, tem muitos pratos idênticos aos indianos, como o carneiro, frango ou vegetais ao curry. Muitos restaurantes servem a comida acompanhada de pães indianos, como o chapati, ou o nan. Outro prato comum no Nepal (e assimtambém na Índia e outros países da Ásia) é o frid rice, o arroz frito. Há de todos os tipos: de carneiro, de vegetais, de carne de búfalo, de galinha.

Comida em viagem: o fried rice, um prato super comum no Nepal

Um prato servido em todo restaurante no Nepal, e igualmente em muitos países da Ásia é o fried rice. Você encontra esse prato nos menus na Índia, Tailândia e Camboja. É portanto, impossível que você deixe de prová-lo se viaja pela Ásia. No Nepal o mais comum é o fried rice de galinha ou búfalo mas em alguns lugares há também de camarão, mais caro.

Comida em viagem: comida de mercado em Chiang Mai, na Tailândia

Comida em viagens: os momos, de origem tibetana

Outra iguaria nepalesa, que tem sua origem no Tibet, é o momo, espécie de pastel cozido muito saboroso, que pode ser de carne ou vegetais. Assim, o momo é vendido não apenas em restaurante, servido em porções, mas também na rua. É acompanhado de um molho saboroso, mas picante.

Comida em viagem: momos, especialidade tibetano-nepalesa

Comida em viagem: a cozinha criativa internacional que você encontra em Katmandu.

Antes de mais nada, convém lembrar que o Nepal vive do turismo. Assim devido a forte presença de estrangeiros no Nepal, particularmente em Katmandu, existem um grande número de restaurantes e bares freqüentados quase que exclusivamente por turistas. Há igualmente restaurantes nos hotéis.
Esses estabelecimentos desenvolveram, portanto, uma culinária voltada paa o turismo, destinava especialmente a agradar esse público, copiando pratos ocidentais, transformando-os, adaptando-os, desenvolvendo receitas criativas.
Dessa forma, você pode tomar uma sopa de champignons, comer um bife com fritas, uma pizza, uma lasagna. Primeirametne, você precisa saber que não vai comer uma pizza ou uma lasagna “italiana”, nem uma sopa “francesa”. Ou seja, ai comer uma lasagna ítalo-nepalesa e uma sopa franco-nepalesa. Afinal, a carne da lasagna não será de boi, mas de búfalo. Os cogumelos igualmente não são os mesmos, nem a manteiga.

Comida em viagem: sopa de cogumelo com ervas, criação nepalesa

Comida em viagem: o curd nepalês de Bhaktapur

Além da comida que comemos em restaurante há outros produtos locais muito bons, vendidos no comércio.
No Nepal não existe, entretanto, a fabulosa quantidade de queijos que existe na França, por exemplo, e em outros países da Europa. Porém, os queijos que encontrei no Nepal foram sempre muito bons. Outro derivado dos leves que nos agradou em cheia foi o curd (um tipo de iogurte) que comemos enquanto estivemos em Bhaktapur, feito com leite de búfala. É um curd forte, de mais personalidade. Seu sabor é marcante, e muito bom. Dessa forma,quando voltamos em Kagtmando fuçamos até descobrirmos um pequeno comércio que “importava”o produto de Bhaktapur. Comíamos todo o dia, caía bem e inibia a acidez estomacal.

Comida em viagem: o curd nepalês produzido em Bhakapur

Comida em viagem: a culinária Tailandesa

Em primeiro lugar, saibam que a Tailândia tem uma culinária tradicional própria, autêntica, embora alguns pratos lembrem-se os chineses. Muitos pratos são à base de arroz. Aliás, o saboroso macarrão tailandês, é da mesma forma, igualmente, de arroz!
Os pratos feitos com arroz, assim como, o macarrão, levam igualmente frutos do mar, galinha ou carne de porco. É, assim o caso pad thay, feito com macarrão de arroz, um dos pratos mais comuns da gastronomia tailandesa.

Comida em viagem: o pad thai, super comum em toda a Tailândia

Comida em viagem: os frutos do mar na Tailândia

A Tailândia tem uma boa variedade de frutos do mar, alguns incomuns no Brasil. Você depara com eles em todos os restaurantes, com diferentes receitas, muitas vezes acompanhando o arroz. São igualmente muito fáceis de se preparar em casa se você tiver alugado um apartamento ou estiver em num Air B&B e possuir uma cozinha. Você encontra, portanto, camarões, mexilhões, mariscos, lula e polvo em todos os mercados.

A Tailândia tem parte de seu território rodeado de água simultaneamente a leste e oeste. Dessa forma, o mar é, portanto um grande fornecedor de alimentos. Os peixes, por outro lado, por uma razão misteriosa, deixam a desejar.

Comida em viagem: o macarrão de arroz, sempre presente

Comida em viagem: o morning glory

A Tailândia tem pratos muito bons da culinária local, como o macarrãozinho fino de arroz com carne de porco grelhada. Geralmente a refeição é acompanhada de um vegetal muito comum e saboroso no país, o morning glory, que passamos a comprar nas quitandas e preparar em nosso apartamento em na Ilha de Samed, onde ficamos meses retidos por causa do corona

Comida em viagem: o morning glory

Comida em viagem: comida de rua na Tailândia

Na Tailândia nunca tive problemas com a comida de rua, boa, e muito mais higiênica do que na Índia. Assim também, os tailandeses não tocam na comida com as mãos, e se tiverem que fazê-lo, usam luvas plásticas. Essas comidas de rua são oferecidas em bancas em mercados abertos. Quase sempre possuem mesas e cadeira nos onde a pessoa pode comer. A comida é boa e, ainda mais, sai muito mais barato comer num mercado do que em um restaurante.

Comida em viagem: e as frutas tailandesas?

Se você gosta de frutas, saiba que vai se dar bem na Tailândia. Afinal, além das frutas que conhecemos no Brasil, muitas não existem, ou são raras em nossas feiras livre e mercado, como é o caso do “dragon fruit”, a pitaia, meio difícil de achar no Brasil.

Comida em viagem: as frutas tailandesas

É o caso da jack`s, uma fruta que lembra ligeiramente a nossa jaca, mas o gosto é um tanto diferente, muito mais saborosa, e não é gosmenta. A jack’s fruit, porém, não tão comum.

Comida em viagem na Ásia: a “maça” Thai

Há muitas frutas na Tailândia que nem existem no Brasil. Vamos, assim, citar algumas que achamos bem saborosa, É o caso do pomelo, um cítrico, mas que nem de longe tem o sabor de uma laranja, por exemplo. A chamada “maça thay”, antes de mais nada, não tem nenhum pouco o gosto e a cara de nossa maça. Não é, portanto, uma maçã, exceto no nome. Essas frutas você encontra em mercados e quitandas em toda a Tailândia. Vale a pena experimenta-las.

Assuntos Relacionados:

Posts Relacionados

Viajar pela Tailândia

Sonhos de Viagem

Relato da Nossa Viagem na Pandemia – Parte 4 | Viagem na pandemia em Cambodia

Sonhos de Viagem

Bangkok, na Tailândia

Sonhos de Viagem