Dicas de Viagem

Viajar de trem pelo mundo

Viajar de trem pelo mundo é uma oportunidade de contato com o pessoal da terra. Assim, o trem permite igualmente trocar ideias com outro viajantes, e ainda mais, quem sabe até de fazer boas amizades, talvez trocar dicas de viagem. Vamos ver como é viajar de trem pelo mundo ?

Viajar de trem pelo mundo: como é na Europa

Viajar de trem na Europa é prático, muito confortável, mas não muito barato

O transporte ferroviário funciona direitinho na Europa

Mesmo a segunda classe, que a maioria da população utiliza, é confortável. Em alguns países, como a Suíça, são pontualíssimos. Na Itália, porém, nem tanto. Logo, é bom conferir nos painéis de horários das estações, pois o trem para Milão que você esperava na via cinque pode ter sido transferido para a nuove e você ir parar em Nápoles… Enfim, isso vale para outros países também.

Os Trains de Grande Vitesse

Os melhores trens europeus são os TGV franceses (train de grande vitesse ou, traduzindo, trens de alta velocidade). Correm até 330 km por hora! Dessa forma, você embarca e desembarca no centro da cidade, muito mais prático do que fazê-lo num aeroporto distante
Portanto, se você for tomar o avião de Paris paa Amsterdã, por exemplo, considere que tem que chegar duas horas antes a aeroporto, gastar no mínimo meia hora do centro até o aeroporto. Esperar pela bagagem e perder mais meia hora de táxi do aeroporto à cidade. Ou seja, a viagem de avião demora mais!

Viajar de trem pelo mundo: trens na Europa, super práticos

Para viagens relativamente curtas entre cidades em países vizinhos, como Paris, Bruxellas, ou Amsterdã os trens são mais práticos do que o avião. Ou seja, a partir de Paris levamos apenas uma hora até Bruxelas e e 2h20 até Amsterdã.

Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é TRANSPORTES_TREM_EUROPA.jpg
Viajar de trem na Itália: a rede ferroviária italiana cobre quase todo o país

Quer viajar de trem pelo mundo ? Pesquise bastante!

Igualmente, é fácil pesquisar se quiser viajar de trem pelo mundo. Todas companhias ferroviárias europeias possuem site bem organizados com horários preços por classe e tipos de trens. Neles você pode igualmente comprar sua passagem de trem. Quanto maior a antecedência, mais econômica sai a passagem. Logo, pense nisso quando for cuidar do assunto transporte em viagem.

Teoricamente é possível mudar datas de viagens já compradas

Possível é. Mas, saiba antes de mais nada, que mudanças de datas e de outros detalhes podem ser complicados. Dessa forma, nós, fora de estação, preferimos ir mesmo a estação e comprar o bilhete um ou dois dias antes, quando temos certeza da data em que iremos embarcar. Além da França, a Itália igualmente é igualmente um país muito fácil de se viajar por estrada de ferro. Saiba, entretanto que seus trens não têm a qualidade dos franceses e não são tão rápidos.

Viajar de trem na Suíça

Na América do Sul, trens são mais exatamente uma opção de turismo do que meio de transporte

Os trens, nos demais países sul-americanos, como no Brasil, praticamente desapareceram, como meio de transporte em viagem pelo continente. São hoje os chamados trens de turismo. Logo, os trens deixaram de ser uma alternativa de transporte em viagem, transformando-se quase sempre em “trens turísticos”, alguns bem luxuosos.

Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é TREN%2BDEL%2BfIN%2BDEL%2BMONDO%252C%2BUSHUAIA.jpg
Viajar de trem na América do Sul: mais lazer do que meio de transporte

Trem de Puno no Peru até Cusco

O trem de Puno até Cusco, no Peru, antes, uma linha regular, com preços acessíveis, hoje um trem turístico de luxo com direito até a champagne e toda mordomia. Por outro lado, é muito caro! Há também o mesmo tipo de trem  de Cusco para Machu Picchu, hoje igualmente caro.

Principais trens turísticos na América do Sul

O Tren de las Nubes

Em Salta, noroeste da Argentina, perdeu um pouco seu interesse. A linha ligava Salta a San Antonio de los Cobres, mas hoje esse trajeto atualmente é feito de ônibus. Logo, em Santo Antonio você viaja no trem até o famoso viaduto La Polvorilla, fica meia hora lá e volta… Enfim, acabou a graça!

O Tren del Fin del Mundo

O Trem del Fin del Mondo, na Terra do Fogo argentina, por sua vez, é uma pequena viagem pelo Parque Nacional da Terra do Fogo, um trajeto de aproximadamente uma hora, parando em lugares com as melhores vistas.
Assim, esse trem era utilizado pelos prisioneiros do famoso presídio que existia em Ushuaia, para irem cortar lenha para abastecer a cidade no passado. Dessa forma, hoje no Parque Nacional vemos milhares de tocos de grandes árvores que foram cortadas pelos presos.

Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é TRANSPORTES_PERU%2B2.jpg
Viajar de trem no Peru: cada vez mais linhas turísticas e caras

La Trojita, o Viejo Espresso Patagônico

La Trojila é uma linha turística de 36 km de extensão, de Esquel, na Patagônica até Nahuel. Trata-se de um trem de de bitola estreia, com vagões de madeira, puxados por velhas locomotivas.
Do mesmo modo, a viagem nesse trem antigo, as paisagens igualmente valem a pena, sobretudo nas cercanias da cordilheira chabutense. Saiba, portanto, que esse trecho acidentado da Patagônia é muito mais interessante do que a travessia da Patagônia Atlântiva para a Andina, com paisagens desérticas sem muita graça.

Viajar de trem pelo mundo: as poucas linhas regulares de trem de passageiros na América do Sul

Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é Trem-patagônico.jpg
Viajar de trem pelo mundo: La Trojita, o Viejo Espresso Patagonico

Tren de la Muerte

Há, por outro lado, algumas linhas regulares de passageiros, como a que liga Puerto Suares, na fronteira com o Brasil, em frente a Corumbá, até Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia. É popularmente conhecido como Tren de la Muerte. Uma viagem de trem que você nunca esquecerá!

A segunda classe é insuportável. Há igualmente cabines de primeira-classe, e o pulmann, bem confortáveis, mas às vezes você só encontra passagens nos cambistas por preços exorbitantes. Enfim, esse trem é o único meio de transporte por terra entre Puerto Suarez na fronteira como Brasil e Santa Cruz de la Sierra. Não há ônibus.

Viajar de trem na América do Sul: a litorina, bem melhor do que o Tren de la Muerte

As viagens podem demorar até 36 horas caso ocorra um descarrillamento ou problema mecânico no sistema, o que é comum acontecer. Assim, eu, que fiz essa viagem por terra, tive problema na ida e na volta. Felizmente, a qualidade dos serviços oferecidos pela companhia tem melhorado.

Tren Transpatagônico

Bem famoso, o Tren Transpatagônico liga Viedma a Bariloche, na Argentina. Possui cabines confortáveis, bar e restaurante. É uma viagem de 17 horas, boa parte dela noturna, muito confortável. O restaurante do trem serve pratos típicos.

Viajar de trem na Argentina: Tren Patagônico de Viedma a Bariloche

O trem para em dois pequenos povoados de ruas poeirentas e açoitadas pelo vento, no meio do deserto patogênico – San Antonio Oeste e Ingeniero Jacobacci. Esse trem sendo “meio turístico” só tem as classes Pullmann e a Cama. Confirme horários e preços (que mudam constantemente) no site oficial da ferrovia.

Os trens na América do Norte

Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é trem%2Bcanad%25C3%25A1%2B2.jpg
Viajar de trem no Canadá: vistas espetaculares das montanhas rochosas

Nos trechos mais longos em uma viagem de trem nos USA e Canadá os trens têm bar e vagões-restaurante. Assim também, os vagões de dois andares possuem grandes janelas que nos permitem apreciar a viagem.
Algumas linhas oferecem igualmente trens noturnos com cabines. Para quem não tem pressa, é perfeito. Porém, pessoas comuns que moram em NY e têm que assinar um contrato na Califórnia certamente tomarão um avião. Há trens que atravessam o norte do Canadá, com direito a paisagens belíssimas.

Viajar de trem pelo mundo: como é na Ásia

Viajar de trem na Ásia pode ser uma experiência muito interessante e varia muito de país para país. No Japão existem trens moderníssimos, de alta velocidade, super pontuais, que cortam todo o país. Entretanto, infelizmente, as passagens não são baratas.

Trem na Tailândia

Na Tailândia há trens super práticos para pequenas e grandes distâncias, como de Bangkok para Chiang Mai, no norte, ou de Bangkok para o sul, até Surat Thani. Dessa cidade é preciso tomar um ônibus para as praias vizinhas a Pukhet, na costa ocidental (Phiphi, Lanta, Krabi), e igualmente para Koh Samui, a leste.

Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é BLOG-TREM-BANGKOK-650-.jpg
Viajar de trem pelo mundo: o trem na Ásia

Os trens tailandeses têm diversas classes. Assim, você pode pegar um beliche no corredor, mas viaja meio “ensardinhado”. Recomendo em primeiro lugar: se quiser conforto reserve uma cabine de primeira classe com ar condicionado, perfeita para viagens noturnas.
A passagem nessa classe sai entretanto mais cara do que a de ônibus. É igualmente recomendável reservar com uns três dias de antecedência. O ar-condicionado nos trens tailandeses é gelado. Traga um pulôver.

Viajar de trem na Índia

Viajar de trem na Índia é uma forma econômica, (embora, eventualmente meio sofrida) de conhecer o país. Graças aos ingleses, a Índia possui uma das mais complexas redes ferroviárias do mundo, que alcança quase qualquer ponto do território nacional.
Ela foi construída com dois objetivos. De um lado, destinava-se a escoar a produção indiana e colocar no mercado os manufaturados da metrópole. Por outro lado, permitiria o rápido deslocamento de tropas quando fosse necessário reprimir insurreições.

Minha experiência nos trens indianos

Já tomei, mais de uma vez, trem na Índia. Uma vez em Bombaim, sem reserva, tomamos um trem para Jaisalmer, no Rajasão. O trem foi tomado praticamente de assalto. Dessa forma, fizemos o mesmo e entramos igualmente pela janela. Eu entrei primeiro. Subi primeiro, meu amigo francês me passou a bagagem primeiro, depois nossas respectivas companheiras, que puxei paa dentro do trem… Acreditem se quiser!
Outras vezes, porém, reservei passagem numa cabine de primeira classe e foi bem razoável. O problema, enfim, é que, para reservar é cansativo, quase uma epopéia e você deve fazê-lo com boa antecedência.


Viajar de trem pelo mundo: estação ferroviária na Índia

Viajar de trem pelo mundo: dicas de trem na Índia

– Para fazer viagens noturnas, reservo sempre que possível cabines de 1º classe, que oferecem mais conforto do que os ônibus.
– Embora mudanças estejam ocorrendo, os trens indianos ainda são, em sua maioria, bem lentos: alguns funcionam a vapor!. Ainda mais, costumam estar lotados e sua limpeza, principalmente na 2ª classe, deixa a desejar.
– Assim, para conseguir uma reserva, imprescindível para viajar em 1ª classe, é preciso ter muita perseverança e tentar fazê-lo com dias de antecedência. O ideal, portanto, é ir à estação. É trabalhoso, mas compensa.

Viajar de trem na Índia: uma aventura

Uma história das Índias

Não se preocupe, Sir!

Uma vez eu tentei fazer minha reserva em 1ª classe por meio da agência de viagens do hotel onde estava hospedado. Fui, entretanto bem claro, dizendo que, se fosse para ficar em lista de espera, não me interessaria; alugaria um carro.
— Não se preocupe, sir!, disse-me o funcionário da agência em um tom tranquilizador que, na Índia, sempre produz em mim o efeito contrário.
Eu estava, afinal, reservando com uma semana de antecedência.
— Tem certeza de que conseguirei um lugar?
Ele fez aquele movimento lateral de cabeça que significa “sim”, mas que confunde os estrangeiros, pois parece um “não”. Disse que eu só teria que pagar quando retirasse a passagem.

Very good position

Assim, todos os dias eu passava pelo funcionário e perguntava pelo meu bilhete. Ele sempre me garantia que iria consegui-lo. Isso até a véspera do embarque, quando confessou que não obtivera ainda a reserva. Disse, porém, que eu estava em very good position na lista de espera! Falei o diabo para ele, mas não adiantou nada. Daí em diante, portanto,eu mesmo passei a fazer minhas reservas diretamente na estação.

Assuntos Relacionados:

Posts Relacionados

Cusco, a antiga capital inca

Sonhos de Viagem

De Paris a Katmandu de carro – “A Vaca na Estrada” – Viagem de trem na Índia

Sonhos de Viagem

Viajar pela Tailândia

Sonhos de Viagem
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x