Dicas de Viagem

Vamos viajar barato?

Viajar barato é o sonho de consumo de muita gente. E é nossa especialidade, minha e da Ketty. Muitos anos de circo nos deram certa experiência. São, portanto, esses macetes que vamos compartilhar com você e com outros viajantes.

Vem viajar barato!

Elabore, antes de mais nada, um orçamento de viagem

Para elaborar um orçamento de viagem, separe tudo por tópicos

Anote, portanto, os tópicos que você tem que pensar para viaja barato: passagem aérea, hotel, alimentação, transportes, etc. Do mesmo modo, para viajar barato, você precisa pesquisar preços de passagens aéreas, terá que calcular quanto vai custar sua hospedagem durante a viagem, quanto acha que vai gastar com comida etc.
Assim também, procure calcular quanto vai gastar cada vez que for se deslocar de um lugar para outro em transportes de todos os tipos, táxis, avião, aluguel de carro ou bicicleta…

Calcule tudo em dólar (ou, eventualmente em euros…)

Igualmente, deve pesquisar e ter uma ideia de quanto precisará reservar para o quesito alimentação. Outra, faça sempre sua conta em dólares. O real não tem confiabilidade. Assim, se você conhece um país, anota quanto gastou em reais. Volta lá um ano depois e vai ver que suas anotações de outra viagem não tem mais nada a ver com a realidade.

Dólar: Melhor moéda para se viajar!

Cruze essas variáveis

O cruzamento dessas variáveis lhe permitirá calcular quanto vai gastar durante sua viagem. Bom, eu diria “quanto você acha que vai gastar”. Estourar orçamento em viagem é comum! Dessa forma, seja prudente, tenha uma reserva de pelo menos 20% a mais do que você calculou que vai precisar para o conjunto de suas despesas.

Gastos com alimentação durante a viagem

Quanto se gasta com comida nos países de custo de vida alto – Europa, USA etc

Perguntinha difícil…
Vou considerar os países caros.Quanto vai gastar? Depende. Você vai comprar um sanduíche em um supermercado ou comer num restaurante chique, tomar um bom vinho? O preço por refeição será resultado de sua escolha. Logo, uma refeição para duas pessoas, em um restaurante, com o vinho, a entrada e a sobremesa pode sair mais de cem dólares. Mais cara do que a diária do hotel.

Cuidado, portanto
No final da viagem, se você não ficar atento, o custo da alimentação pode ter ultrapassado o valor da passagem aérea e do hotel.
Portanto, não é comendo almoço e jantar a viagem toda que você vai conseguir viajar barato!

Bistrôs e restaurantes econômicos

Cozinha de bistorta: pratos simples e saborosos

Algumas dicas

  • Geralmente, (mas não sempre, atenção!), bistrôs são uma opção econômica se você quiser comer em um restaurante.
  • Antes de mais nada, olhe sempre o cardápio junto à entrada o estabelecimento. Asim, há menus a preços acessíveis compreendendo entrada, prato principal e sobremesa.
  • Procure sempre os lugares onde o povo da terra come, evite portanto os – restaurantes turísticos.
  • Restaurantes chineses igualmente não são caros.
  • Pesquisar na internet em guias de viagens lugares baratos para comer, olhar os menus, é também uma ideia inteligente.

Viajar barato: as comidas de rua

Crepe parasiense

Quando viajo em países caros, só vez ou outra como em restaurantes. Desde já, saiba: há uma enorme variedade de comida de rua, muito saborosa. Muitas vezes dispõe de espaço com mesa para você comer. Do mesmo modo, os famosos “sanduíches gregos” na Europa são bem saborosos (não há risco de você estar comendo um filé-miau!).

Comida de rua você acha em tudo quanto é canto

Assim, há em todo lugar, uma portinha, um balcão ou um quiosque que vendem vários tipos de sanduíches, pizza em pedaços, panini, faláfel, crepes, batatas fritas, cachorro-quente etc.

Lanchinho em Praga, na República Tcheca: gostoso e barato

Por outro lado, para compensar o insulto ao seu colesterol (é difícil ser vegano em viagem!) tornar sua dieta de viagem mais saudável, compre frutas no mercado ou em bancas de ruas e feiras livres. Um suquinho de laranja, um refrigerante ou uma taça de vinho, e completou!

Banca de frutas em Innsbruck, Áustria

Comer na pracinha: quer viajar barato perca a frescura

Finalmente, perca o pudor de se sentar para comer numa pracinha como fazem os parisienses, por exemplo. Muita gente que trabalha na redondeza vem comer seu sanduíche ali na maior, até mesmo almoçar comida pronta comprada em mercado.

Quer viajar barato? Vá ao mercado!

Compre frutas e um sanduíche pronto no mercado e venha pra a pracinha! Afinal, por que não assumir um perfil parisiense e se instalar num banquinho no meio do verde numa praça, parque ou jardins de Paris?

Viajar barato: comer no hotel é tudo de bom

Pão, queijo e vinho. Viajar barato e fazer a festa!

Do mesmo modo, se o tempo estiver chuvoso você pode, comer no próprio quarto do hotel. Assim, quando viajo na Europa, principalmente pela França e Itália, adoro comprar queijos, frio e pão, e comer no hotel saboreando um tinto.

Escolha seus queijos

Enfim, esse tipo de especialidades locais nem sempre fazem parte de menus de restaurantes. O segredo, portanto, é comprar tudo em supermercado, ou comércios especializados. Comprando queijos numa fromagerie você saboreia iguarias, gasta pouco e, ainda mais, escolhe os queijos que quer saborear.

Cozinhar em um Guest House

Muitos guest houses possuem cozinha compartilhada. Assim, há geladeira, um grande fogão, armários. Cada um guarda suas coisas, ninguém mexe na comida alheia: macarrão no armário, leite na geladeira etc. Você compra o que quiser no mercado e cozinha.
Obviamente, procure preparar coisa pratos fáceis e rápidos. Nos Air B& B e hostels você deve dispor de uma cozinha e poderá preparar seus pratos.

Macarrão gratinado, sabor e fácil de preparar: preparamos no Guest House de Mendoza, na Argentina

Restaurantes universitários

Em Paris e outras cidades europeias estudantes, jovens e professores podem comer em restaurantes universitários, pagando um pouco mais do que os estudantes locais. A comida é muito melhor do que a servida em restaurantes universitários brasileiros. Eu comia sempre em restaurantes universitários em Paris e, às vezes também na Itália durante minhas viagens pelo país.
Assim, para utilizar os restaurantes providencie sua carteira internacional de estudante ou professor. 
Veja como obter a Carteira Mundial de Estudante (ISIC)

O que comer nos países de custo de vida baixo

Se você estiver viajando pela América do Sul, Ásia e outros países onde é possível viajar barato, esqueça o que falei sobre restaurantes. Nesses países, (Nepal, Índia, Tailândia, Cambodia, Vietnã, Myamar, Sri Lanka) os restaurantes são baratos. Portanto, se não for comer em lugar muito elegante, você gastará entre 3 a 6 dólares apenas para comer bem. Isso sim, é viajar barato!

Pad Thai, prato tailandês super comum, que custa menos de três dólares e é bem saboroso

Antes de mais nada, saiba que os mercados na América do Sul e Ásia sempre possuem bancadas onde comer, com qualidade e higiene superior à comida de rua. Comida de rua na Índia, Bolívia e outros países não é confiável.

Observe a higiene do local onde pretende comer

Em primeiro lugar observe a higiene do local. Viajar barato não é se envenenar. Muito cuidado com a água e com gelo. As infeções intestinais são constantes em muitos lugares da América do Sul e Ásia.
Assim também, não vale a pena perder tempo cozinhando, se pode comer bastante bem por pouco.

Mercados: pratos copiosos

Os mercados, por outro lado, servem lanches e pratos copiosos. A vantagem é trabalham com produtos frescos do próprio mercado. E, igualmente, servem pratos muito baratos, bem servidos e saborosos. Não são o Maxime’s de Paris, mas agradam!

Gastos com hotel em viagem

Muita gente me perguntar quanto irão gastar de hotel em uma viagem ao exterior. Exterior onde? Em primeiro lugar é preciso entender que o preço das diárias varia enormemente de país para país..

Na Europa e USA

Dessa forma, na Europa e Estados Unidos é difícil gastar menos de 100 dólares por dia para duas pessoas em quarto com banheiro privativo. Às vezes, entretanto, durante a baixa temporada é possível, principalmente na Europa, conseguir bons descontos nas diárias.

Na América do Sul

Na América do sul é igualmente fácil viajar barato, ainda mais que os preços são muito mais suaves. Assim, há lugares decentes por menos de vinte dólares.

Pousada em San Andrés na Colômbia

Na Ásia

O Japão é um país caro para turismo. Nos outros países, entretanto, como Índia, Nepal, Tailândia, Cambodia, Sri Lanka, Myamar e Vietnã, você vai gastar mais ou menos a mesma coisa que na América do Sul. Eventualmente menos ainda. Assim, calcule uns 20 dólares com banheiro privativo.

Alojamento rural em Ostia Antica, ao lado de Roma

Fuce a fundo na internet

Antes de mais nada, quando for pesquisar hospedagem fuce a fundo no Booking. Pense igualmente em checar o valor das diárias em A&B, Hostel, Hostal e Guest Houses, normalmente mais econômicos do que hotéis. Outra opção, na América do Sul , no Chile e Argentina, são as cabañas (bangalow). No Sudeste asiático, no litoral principalmente, há bangalôs a beira do mar e chalés. Geralmente têm geladeiras e uma mini-cozinha.

Bangalows na Tailândia, de frente para o mar, com cozinha e equipados

Os albergues da juventude (Hostelling International)

Para a moçada e viajantes mais descontraídos há ainda os Albergues da Juventude (Hostelling International). O ideal, entretanto, é se inscrever é ter uma carteira de associado, para pagar menos. Atualmente, em muitos albergues há quartos para casal, com banheiro, bem como dormitórios coletivos com beliche, os mais baratos.

Albergue da juventude, em Portugal

Alugar imóvel

Do mesmo modo, outra opção para viajar barato, economizando na hospedagem, é alugar um imóvel. Essa alternativa é, porém, mais indicada para quem vai ficar algumas semanas em algum lugar. Ou seja, quanto mais longa a locação de um imóvel, mais barato sai. Alugar é vantajoso ainda mais se você estiver amigos com quem dividir o preço do aluguel. Uma das vantagens do imóvel é o conforto. É bom ter uma cozinha, no mínimo para fazer um café. Nós, em nossas viagens, cozinhamos direto. É barato, e, do mesmo modo, gostoso comer comida brasileira ou preparar pratos locais em casa”.

Gastos com passagem área

O preço de uma passagem de avião pode ou não ser a despesa mais elevada de sua viagem.

Pesquisando bem você pode achar passagens por bom preço

Vejas as dicas para viajar barato de avião:

  • Viaje na baixa estação – primavera e outono, na verdade as melhores épocas em quase todos os países do mundo. É igualmente a melhor época do ano para se viajar barato.
  • Assim também, pesquise a fundo na internet, principalmente de madrugada, quando pode encontrar mais facilmente boas ofertas. Afinal, quem meses antes de viajar acompanha as promoções de sites pode, com sorte, dependendo da época do ano, conseguir passes por preços inacreditáveis.
  • Compre sua passagem com o máximo de antecedência se você tem absoluta segurança de poder embarcar em determinada data.
  • Em muitos lugares as passagens têm preços mais baratos ou mais caros, dependendo do dia da semana. Assim, na terça-feira a passagem de avião é mais barata, na sexta-feira mais cara.

Veja preços de passagens aéreas para todo o mundo.

Gastos com transportes em viagem

Transportes urbanos

Considere em primeiro lugar que você terá não apenas gastos de transportes entre países e cidades, mas igualmente com transportes urbanos, como ônibus, metrô e táxi.

Bonde em Zurich

Se você se hospedar em uma região central poderá visitar muita coisa a pé

Dessa forma, hospedado no centro, gastará menos com transportes locais, portanto, nem sempre compensa ficar em hotel distante, mais barato. Tudo depende do que você pensa em visitar e de quantos dias ficará na cidade. Do mesmo modo, tenha em mente que, por exemplo, três deslocamentos utilizando transportes públicos implicará num custo aproximado de seis bilhetes de metrô ou ônibus diários.

Viagens interurbanas e internacionais: o ônibus, o meio de transporte mais barato

Se você quer viajar barato, gastando pouco com transportes entre cidades em um mesmo país ou entre destinos situados em países diferentes, não pense duas vezes: o mais barato é quase sempre o ônibus. O problema é que é lento.

Ônibus, viação na América do Sul

Dormir durante a viagem

Por outro lado, em viagens noturnas o ônibus cama e mesmo ou semi-cama lhe permite dormir durante quase toda a viagem e você nem vê o tempo passar. E você ainda economiza o hotel!
Dessa forma, outra vantagem do ônibus é que há linhas diretas para tudo quanto é lugar. Enfim, quase sempre você não precisa reservar, encontra passagens hora

Ônibus, uma ótima opção se você tem tempo e quer viajar barato

E o carro ?

Carro é um meio de transporte perfeito em muitos países. Alugar um carro, entretanto, só sai relativamente barato se você estiver viajando com mais dois ou três amigos.
Antes de mais nada, escolham um modelo econômico, mas verifiquem se no porta mala cabe a bagagem de todos.

Algumas dicas

Na Europa há carros a diesel, que consomem menos combustível e funcionam tão bem quanto os veículos a gasolina.
Contabilizem não apenas o custo do aluguel do carro, mas também a gasolina, o pedágio e estacionamentos. Nas grandes metrópoles esqueçam o carro, usem transportes públicos.

Assuntos Relacionados:


Posts Relacionados

Siem Reap, capital turística do Cambodia

Sonhos de Viagem

Quem somos – Sonhos de Viagem

Sonhos de Viagem

Viagem para Argentina – Melhores lugares

Sonhos de Viagem
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x